terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Cristãos indianos são alvos de violentos ataques no país


Cristãos indianos foram alvos de 140 ataques de violência em 2011, incluindo assassinatos, assaltos, ataques com fogo e destruição de propriedades.

A Congregação Evangélica da Índia (EFI, sigla em inglês), registrou os ataques anticristãos em seu relatório anual de perseguição.

O secretário-geral Reverendo Dr. Richard Howell afirmou: “A comunidade crista na Índia continua a sofrer em nome do serviço e testemunho pelo Senhor Jesus. Com 140 incidentes mais graves contra a comunidade em 2011, têm-se como pontos principais os direitos das minorias e a liberdade religiosa”.

Muitos dos incidentes envolvem a violência por parte dos extremistas hindus que acusam os cristãos locais de converter as pessoas forçadamente. Geralmente, as autoridades, ao invés de rastrear os agressores, tomam medidas contra os cristãos.

O Estado de Karnataka, localizado na região Sul, foi o mais afetado. 49 ataques foram registrados nessa região.

Em um dos incidentes, cerca de 20 Hindus extremistas interromperam um culto de Domingo que acontecia na casa de um cristão em Bagalkot, Mudhol, no dia 21 de agosto. Eles atacaram a congregação e violaram o pão e o vinho da comunhão.

Eles bateram no pastor acertando-o no rosto e perdendo um dente, arrastaram-no para o lado de fora da casa e o prenderam a uma árvore. A polícia foi chamada até o local e detiveram o pastor e outros cristãos. O pastor foi acusado posteriormente.

Fonte: Barnabas Fund
Tradução: Cecília Padilha

www.gloriosaesperanca.blogspot.com

sábado, 28 de janeiro de 2012

Ore pela vida de Umar Mulinde

“Por favor, orem por mim. Irei fazer uma cirurgia em meu rosto, mas o ácido era realmente muito forte, e as consequências foram muito sérias. Orem por mim para que a cirurgia dê certo”, pediu Umar

Ore pela vida de Umar Mulinde

O bispo Umar Ulinde, líder da Igreja do Evengelho da vida, e que havia sido atacado por extramistas islâmicos no dia 24 de dezembro.

Umar Ulinde era um professor islâmico antes de se converter ao cristianismo. Sua conversão gerou o protesto de muitos muçulmanos extremistas da região, que jogaram ácido sobre Umar, que o deixou com graves queimaduras faciais. O produto cegou um olho de Umar.

“Por favor, orem por mim. Irei fazer uma cirurgia em meu rosto, mas o ácido era realmente muito forte, e as consequências foram muito sérias. Orem por mim para que a cirurgia dê certo”, pediu Umar.

Umar também agradeceu o apoio financeiro que recebeu da Portas Abertas Internacional, que apoiou e encorajou o ministério do bispo ugandense a continuar, apesar do ataque que sofreu vinda de extremistas religiosos. A ajuda financeira custeou um atendimento melhor para a saúde de Umar.

Os culpados pelo ataque reivindicaram a responsabilidade pelo terrível ataque, que causou danos físicos e emocionais no líder cristão. Os agressores disseram estar desapontados com o resultado de seu ataque contra Umar, pois eles desejavam matar o bispo, e não somente danificar seu rosto.

Ore pela recuperação do Bispo Umar Mulinde, para que seja rápida e que as consequências sejam menores do que as previstas pelos médicos. Ore para que o Espírito Santo possa curar e cicatrizar as feridas espirituais e físicas que foram abertas.

Orem também para que os irmãos e irmãs em Cristo do bispo Umar Mulinde possam abraçá-lo e aceitá-lo com muito amor e dispostos a ajudá-lo no que for necessário.

Fonte: Portas Abertas

www.gloriosaesperanca.blogspot.com

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Minissérie Rei Davi é primeiro lugar de audiência

Estreia alcançou 19 pontos no ibope, contra 17 da globo

Minissérie Rei Davi é primeiro lugar de audiência

A decisão da Record de investir na minissérie Rei Davi foi acertada. A história bíblica ficou em primeiro lugar no ibope durante os dois primeiros capítulos.

Exibido entre as 23h e 00h, a série entrou no ar nesta quarta-feira (24) em decisão de última hora da emissora, substituindo a série americana CSI.

No dia de estreia, o ibope alcançado por Rei Davi foi de 19 pontos, contra 17 da globo, segunda colocada no ranking. O episódio foi baseado nas passagens bíblicas do livro de Samuel, capítulos 13 a 16.


Na quinta-feira (26), a série garantiu 15 pontos, contra 12 da globo, que neste horário exibe a minissérie "Brado Retumbante" e o "Jornal da Globo".


O sucesso é uma recompensa para a Record que investiu R$ 25 milhões na produção do programa de 29 capítulos. Para ter uma ideia, cada dia de exibição tem o custo de R$ 850 mil.



Fonte: Christian Post


www.gloriosaesperanca.blogspot.com

Resultado nas eleições traz medo e insegurança para cristãos

Após a conclusão das eleições parlamentares do Egito na semana passada, muitos cristãos temem que o controle do governo por islâmicos os rebaixe a status de segunda classe e, aumente assim, a perseguição contra os cristãos.

No entanto, alguns crentes se alegram em ver que, devido às recentes ondas de perseguição, muitos cristãos melhoraram suas vidas espirituais, voltando-se para Cristo em busca de consolo e proteção.

A Irmandade Muçulmana do Partido da Liberdade e da Justiça e da Al Nour, composto por membros do grupo extremista Salafi, passou a deter quase dois terços dos assentos parlamentares do Egito. De acordo com a AP, a função primária do parlamento recém-eleito é selecionar uma comissão de 100 pessoas para elaborar uma nova constituição para o Egito.

A cristã Marcelle Mageh, 22, disse a agência de notícias Compass Direct News que a perseguição aos cristãos aumentou dramaticamente após o presidente Hosni Mubarak sair do poder e os muçulmanos conservadores tomarem o controle.

“Antes dos conservadores estarem no poder já tínhamos muitos problemas, imaginem agora que eles são a maioria.”

Depois que Mubarak deixou o cargo, a alegria dos cristãos rapidamente transformou-se em medo, já que eles experimentaram uma série de ataques dos membros do movimento Salafi e outros muçulmanos. Os extremistas atacaram propriedades, empresas e igrejas de cristãos. A comunidade cristã também foi atacada nas ruas por todo o Egito.

“Parece que os cristãos egípcios estão passando por uma revolução espiritual desde que a recente perseguição começou”, disse um missionário que mora no país.

“Mais e mais as pessoas estão buscando a Deus num grande fervor”, disse. No natal passado, cristãos coptas e evangélicos juntaram-se numa vigília em favor dos cristãos feridos durante a onda de protestos. Nessa vigília estiveram mais de 65 mil cristãos.

Lilian Sobhy, um cirurgião que trabalhava em um centro médico durante os motins de outubro, disse ao Compass Direct News que o aumento das perseguições é inevitável.

Porém, ele acredita que se a igreja está no lugar certo, ela vai ser gloriosa. “Nós não precisamos estar preocupados em quem vai vencer essa guerra que é espiritual. O que quer que aconteça, continuamos crendo que o Senhor é soberano”.

Fonte: Compass Direct
Tradução: Lucas Gregório

www.gloriosaesperanca.blogspot.com

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Ore pela vida de Alimjan Yimit

Após a notícia de que o caso de Alimjan Yimit seria revisto no dia 23 de agosto, não existem mais notícias sobre o seu caso ou sobre a revisão que as autoridades fariam de seu caso.

Alimjan Yimit é um líder de uma igreja doméstica chinesa que foi preso por causa de suas atividades cristãs entre os Uigures, grande grupo étnico chinês. Alimjan é casado com Gulnur e eles tem dois filhos pequenos.

Eles vivem em Xinjiang, uma região onde predomina a etnia Uigur, no noroeste da China. Alimjan é um cristão de origem muçulmana e foi condenado a 15 anos de prisão em 2008 por supostamente “fornecer segredos do Estado para organizações estrangeiras.”

Alimjan apelou para o tribunal rever a sua sentença de 15 anos, mas em 16 de março de 2010 o recurso foi negado. A sua família não tinha autorização para vê-lo, mas conseguiram autorização para visitá-lo na prisão a partir de abril de 2010, 2 anos depois de sua prisão.

A esposa de Alimjan disse que somente os familiares podem visitá-lo uma vez por mês, e disse que ele estava visivelmente mais magro, o que a deixou preocupada, pois acha que o marido pode estar sendo maltratado na prisão. Eles agradecem pelas orações e pedem que elas continuem sendo feitas pela libertação.

Por favor, ore pelos seguintes pontos:

1. Por Alimjan e por sua família para que eles possam estar ainda mais unidos durante esse período tão difícil.

2. Que Deus fortaleça Alimjan para que ele possa aguentar os sofrimentos e pressões dentro da prisão.

Assine também o abaixo-assinado que pede a libertação de Alimjan Yimit da prisão no link: www.freealim.com

Fonte: Portas Abertas Internacional

www.gloriosaesperanca.blogspot.com

domingo, 22 de janeiro de 2012

Sete igrejas subterrâneas são descobertas na Coreia do Norte


Desde a morte inesperada do líder norte-coreano Kim Jong-Il em 17 de dezembro, que deu o poder do país para seu filho Kim JongUn, a igreja subterrânea da Coreia do Norte tem visto e enfrentando uma crescente perseguição.

“Há três semanas, sete igrejas subterrâneas foram descobertas na Coreia do Norte”, disse Thomas Kim, diretor-executivo do Ministério Cornerstone, que está ativamente envolvido em servir a igreja norte-coreana. “Tem sido muito difícil para eles”, disse ele.

A liderança do país, aparentemente, está com medo que aconteça no país o que aconteceu em alguns países do Oriente Médio durante a Primavera Árabe. “Eles estão com medo da população se revoltar”, observa Kim.

“Ele estão assustados com a expansão da fé cristã, porque os cristãos do país não tem medo de morrer pelo que acreditam”.

As autoridades que estão próximas a Kim Jong-Um estão ansiosas para que a transição de governo seja feita de modo tranquilo, e isso está impactando a igreja. “O regime tem colocado mais pressão sobre a igreja para estabilizar a sociedade”, disse Kim.

Nos meses que precederam a morte de Kim Jong-Il, houve poucas pesquisas para se ter noção de quantos cristãos estão envolvidos em igrejas subterrâneas, mas isso mudou e o governo está fiscalizando tudo de perto agora.

“Agora, o regime está enviando pessoas para que possam se infiltrar nas igrejas clandestinas. Os cristãos norte-coreanos precisam mais do que nunca de nossas orações”, disse Kim.

Kim acredita que uma mudança virá quando os conselheiros de Kim Jong Un forem substituídos por pessoas mais jovens. “As pessoas que estão ao redor de Jong Un estão no governo há muito tempo. É provável que até os conselheiros do presidente sejam mudados”, observa Kim.

A comunidade internacional deve continuar a aplicar pressão sobre a Coreia do Norte para ela conceda mais liberdade para seus cidadãos. Ore para que essa liberdade seja concedida e para que os cristãos possam ter mais liberdade para praticar a sua fé no país.

Fonte: Persecution

www.gloriosaesperanca.blogspot.com

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Alegria é...

“Tenho-vos dito isso para que a minha alegria

permaneça em vós, e a vossa alegria seja completa”

João 15:11

http://3.bp.blogspot.com/_G5TbL2np3aI/TTTlqZmHWZI/AAAAAAAAAHk/5rk_2zq-lhI/s1600/mao-de-cristo%255B1%255D.jpg

Alegria é ter nascido em um curral e não envergonhar-se da origem. Alegria é ser perseguido à morte quando recém-nascido e não guardar mágoas. Alegria é ser mal interpretado pela família, e não perder a auto-estima. Alegria é não depender dos bens materiais para sentir-se realizado.

Alegria é ser perseguido por falar a verdade, e mesmo assim não abrir mão dela. Alegria é impedir que as tribulações da vida destruam os objetivos. Alegria é dormir no barco que dança na tempestade. Alegria é caminhar sobre águas agitadas como se fosse o tapete da sala de jantar.

Alegria é ser traído pelos amigos e não cogitar vingança. Alegria é ser acusado por testemunhas falsas, sem considerar-se injustiçado. Alegria é ser condenado à morte por fazer o bem, e não ficar depressivo.

Alegria é carregar a cruz que não é sua sem reclamar. Alegria é sentir a dor de trinta e nove açoites, e não desistir. Alegria é suportar uma coroa de espinhos e não perder a majestade.

Alegria é subir numa cruz e sofrer calado. Alegria é falar sobre salvação pendurado por pregos. Alegria é oferecer perdão aos seus próprios assassinos. Alegria é vencer até a morte e ingressar na vida eterna.

Alegria é ter esperança em meio à crise.

Alegria não é viver sem adversidades. É viver feliz apesar delas.

Alegria é ser simplesmente como JESUS.

www.gloriosaesperanca.blogspot.com

domingo, 15 de janeiro de 2012

Príncipe herdeiro do Kuwait abandona o Islã e confessa a sua fé em Jesus Cristo

Declarações do príncipe foram manchetes brevemente em canais de TV a cabo de notícias árabes

Príncipe herdeiro do Kuwait abandona o Islã e confessa a sua fé em Jesus Cristo

O Kuwait é um país do Oriente Médio, vizinhos do Iraque, Arábia Saudita e Irã. Sua capital também se chama Kuwait. Na década de 1990, foi invadido pelo Iraque e defendido pelos Estrados unidos, dando origem a Primeira Guerra do Iraque. O Islamismo é a religião oficial e predominante no país. Estima-se que apenas 4% da população é cristã. O Artigo 2 da Constituição do Kuwait, diz: “O Islã é a religião oficial no país e a Sharia é a principal fonte da legislação”.

De acordo com a agência de notícias cristãs Mohabat, um árabe cristão chamado Al-haqiqa, que transmite programas de televisão via satélite mostrou no ar um arquivo de áudio atribuído ao príncipe Abdollah Al-Sabah. Esse príncipe seria membro da família real do Kuwait que governa o país.


“Em primeiro lugar, eu concordo totalmente com a distribuição desse arquivo de áudio e declaro que, se eles me matarem, por causa disso vou entrar na presença de Jesus Cristo e estar com ele por toda a eternidade. Estou satisfeito, porque a verdade na Bíblia me levou para o caminho certo ” , diz a voz atribuída ao Príncipe Abdollah.


Durante o programa, foi dito que o príncipe renunciou à sua fé muçulmana e se converteu ao cristianismo.


Falando sobre o grupo islâmico que recentemente tomou o poder no Egito, o príncipe do Kuwait declarou que “as muitas comunidades islâmicas sempre quiseram dominar diferentes partes do mundo, mas Deus tem preservado o mundo e ainda o protege. É por isso que temos visto as discrepâncias que aparecem entre os grupos islâmicos que agora estão lutando entre si”.


As declarações do príncipe foram manchetes brevemente em canais de TV a cabo de notícias árabes e também na agência de notícias do governo iraniano. Mas alguns sites xiitas contradizem as declarações atribuídas a Abdollah Al-Sabah dizendo que não há “ninguém na família real do Kuwait com esse nome”.


Fonte: Gospel Prime com informações Notícias Cristianas

www.gloriosaesperanca.blogspot.com

sábado, 7 de janeiro de 2012

Pastor iraniano corre risco de ser assassinado em segredo


Pastor iraniano Yousef Nadarkhani está enfrentando uma sentença de morte por se recusar a renunciar a sua fé em Jesus, por isso ele pode passar mais um ano na prisão aguardar o resultado do seu recurso contra a decisão do tribunal.

Pastor iraniano corre risco de ser assassinado em segredo

Enquanto o veredito sobre o caso do pastor Yousef não é definido, autoridades iranianas continuam o pressionado para que se converta ao islamismo e negue sua fé cristã, segundo informações do The Christian Post.

Yousef Nadarkhani foi condenado por apostasia no ano passado e por isso foi condenado à morte por enforcamento pelas autoridades do Irã.

Agora, especialistas acham que esse atraso para a conclusão do caso é usado para tirar toda a atenção que o caso recebeu mundialmente, e mesmo assim as autoridades estão tentando todos os meios possíveis para convertê-lo ao islamismo.

Nadarkhani recebeu uma alternativa vinda das autoridades do país: se ele renunciasse sua fé e abraçasse o islamismo, todas as acusações seriam retiradas. Mas o jovem pastor se recusou a fazer o que lhe foi proposto.

“Não existem garantias de que ele não será executado na prisão”, advertiu Jason DeMars, fundador do ministério Present Truth. “Pode acontecer a qualquer momento. Este é o caminho que o governo iraniano faz para executar pessoas. Eles não dão aviso prévio e fazem tudo em segredo.”

O caso do pastor Yousef Nadarkhani ganhou atenção internacional, tanto que autoridades de outros países como Hillary Clinton, secretária do Estado americano e outros mais se posicionaram contrários a sentença recebida pelo pastor.

Fonte: CBN News
Tradução: Lucas Gregório

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Cristãos saem do norte da Nigéria ou morreriam

Nigéria está em estado de guerra

Cristãos saem do norte da Nigéria ou morreriam

Os cristãos da Nigéria mais precisamente do Norte do país receberam um comunicado assustador por parte do grupo islâmico Boko Haram, para deixarem a região em no máximo 3 dias ou enfrentarão a morte.


A Nigéria está em estado de guerra. A seita islamita, Boko Haram, que tem semeado o terror no país com atentados, fixou um ultimato de três dias aos cristãos para abandonarem o norte do território.

Abul Qaqa, porta-voz do grupo, pede aos cristãos que abandonem o norte maioritariamente muçulmano e aos muçulmanos do sul que venham para o norte do país, ameaçando combater as forças governamentais.

Em várias regiões, as populações puseram-se em fuga. Milhares partem em direção ao sul. Há cidades como Damaturo que se tornaram verdadeiras cidades fantasma.

O presidente Goodluck Jonhatan decretou o estado de emergência em várias regiões marcadas por atentados que fizeram centenas de mortos e encerrou as fronteiras com o Chade e os Camarões.

No sábado, visitou a igreja na priferia de Abuja, alvo de um ataque (foto) no dia 25 de dezembro que matou 44 pessoas.

A Boko Haram, que reivindicou o ataque, critica o presidente por ter visitado um local onde morreram cristãos.


Com informações Euronews

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Portas Abertas lança a nova Classificação de Países por Perseguição

A lista de Classificação de Países por Perseguição 2012 pode parecer familiar. A Coreia do Norte permanece em primeiro lugar como o país que mais persegue os cristãos no mundo, junto com países de maioria islâmica que estão em 38 das 50 posições na Classificação.


Afeganistão (2º), Arábia Saudita (3º), Somália (4º), Irã (5º) e as Maldivas (6º) compõe o bloco onde os cristãos não tem quase nenhuma liberdade de culto. Pela primeira vez, o Paquistão (10º) entrou no top 10, e isso aconteceu pelo fato de que o ministro cristão Shahbaz Bhatti foi assassinato porque tentou alterar a Lei da Blasfêmia no país.

O resto do top 10 é formado por: Uzbequistão (7º), Iêmen (8º) e Iraque (9º). Laos foi o único país que deixou a lista dos dez primeiros, caindo da décima posição para a décima segunda.

Enquanto os índices de violência se agravaram nas nações muçulmanas, a Coreia do Norte, pelo 11º ano seguido, permanece no primeiro lugar e merece essa posição. País comunista, com uma quase-religião que está baseada em seu antigo líder, Kim Il-Sung.

Qualquer pessoa que adore a qualquer “outro deus” é automaticamente perseguido. O número estimado de cristão no país é de 200.000 a 400.00. Estima-se também que 50.000 a 70.000 cristão estão presos em campos de prisioneiros no país.

“Com a morte de Kim Jong-Il no mês passado e com seu filho, Kim Jong-Un, assumindo o poder, é muito difícil determinar como será a vida dos cristãos nessa nova fase’, disse o presidente da Portas Abertas nos EUA, Carl Moeller.

“Certamente, a situação permanece perigosa para os cristãos, por isso devemos orar pela Coreia do Norte, para que todos os cristãos posam ter a liberdade de adorar ao Único Deus, e não a Kim Jong-Il e Kim Il-Sung”, completou ele.

Ocorreram outras mudanças significativas na Classificação, incluindo o Sudão que subiu 19 posições e está em 16º agora – o país que mais subiu posições na atual Classificação. A Nigéria pulou 10 posições e está em 13º agora. O Egito, afetado pelas manifestações e revoluções que se iniciaram na Primavera Árabe, subiu 4 posições e está em 15º lugar agora.

Em julho de 2011, o Sul do Sudão, de maioria cristã, se tornou um país independente, fazendo com que os cristãos do Norte do Sudão ficassem ainda mais isolados sob o poder do presidente Omar al-Bashir. O presidente mudou a constituição do país e fez com que o país se tornasse mais islâmico

Na Nigéria, grandes atrocidades aconteceram no país. Mais de 300 cristãos foram mortos no ultimo no país e as informações indicam que os números podem ter subido ainda mais. Desde 2009 o grupo extremista Boko Haram destruiu mais de 50 igrejas e matou 10 pastores.

A China ainda é a maior Igreja no mundo que sofre com a perseguição, pois se estima que existam 80 milhões de cristãos no país, mas ela caiu da 16º posição para a 21º. Isso aconteceu porque os pastores de igrejas domésticas aprenderam a como lidar com a perseguição exercida pelo governo.

A boa notícia é o crescimento da Igreja que está sofrendo com a perseguição. Um pastor do Irã afirma: “Nós não estaríamos crescendo se não tivéssemos pagando o preço pelo nosso testemunho.”

Confira a Classificação de Países por Perseguição acessando o link: http://www.portasabertas.org.br/cristaosperseguidos/classificacao/

Fonte: Portas Abertas